Letra original

Mein Teil

“Suche gut gebauten 18-30jährigen zum Schlachten”
Der Metzgermeister

Heute treff’ ich einen Herrn
Der hat mich zum Fressen gern
Weiche Teile und auch harte
Stehen auf der Speisekarte

Denn du bist was du ißt
Und ihr wißt was es ist
Es ist mein Teil – Nein
Mein Teil – Nein
Da das ist mein Teil – Nein
Mein Teil – Nein

Die stumpfe Klinge gut und recht
Ich blute stark und mir ist schlecht
Muß ich auch mit der Ohnmacht kämpfen
Ich esse weiter unter Krämpfen

Ist doch so gut gewürzt und so schön flambiert
Und so liebevoll auf Porzellan serviert
Dazu ein guter Wein und zarter Kerzenschein
Ja da laß ich mir Zeit etwas Kultur muß sein

Denn du bist was du ißt
Und ihr wißt was es ist
Es ist mein Teil – Nein
Mein Teil – Nein
Denn das ist mein Teil – Nein
Yes it’s mein Teil – Nein

Ein Schrei wird zum Himmel fahren
Schneidet sich durch Engelsscharen
Vom Wolkendach fällt Federfleisch
auf meine Kindheit mit Gekreisch

Es ist mein Teil – Nein
Mein Teil – Nein
Da das ist mein Teil – Nein
Mein Teil – Nein

Es ist mein Teil – Nein
Mein Teil – Nein
Da das ist mein Teil – Nein
Yes it’s mein Teil – Nein

Tradução para português

A minha parte

“Procuro alguém bem constituído com 18-30 anos para abate”
O Mestre Carniceiro

Hoje vou-me encontrar com um senhor
Que gostaria de me comer
Partes moles e também duras
Estão na ementa

Porque tu és aquilo que comes
E tu sabes o que isso é
É a minha parte – Não
A minha parte – Não
Aí está a minha parte – Não
A minha parte – Não

A lâmina gasta, boa e apropriada
Eu sangro fortemente e sinto-me mal
Tenho também de lutar contra o desmaio
Continuo a comer mesmo com convulsões

Está tão bem temperado e lindamente flambée
E tão carinhosamente servido em porcelana
Para acompanhar, um bom vinho à luz das velas
Sim, eu levo o meu tempo, é preciso ser-se civilizado

Porque tu és aquilo que comes
E tu sabes o que isso é
É a minha parte – Não
A minha parte – Não
Porque é a minha parte – Não
Sim, é a minha parte – Não

Um grito subirá ao céu
Cortará caminho pela multidão de anjos
Do topo das nuvens cairá carne emplumada
Sobre a minha infância aos gritos

É a minha parte – Não
A minha parte – Não
Aí está a minha parte – Não
A minha parte – Não

É a minha parte – Não
A minha parte – Não
Aí está a minha parte – Não
Sim, é a minha parte – Não